Índice
 Caracterização
História
Postas&Pescada
Gastronomia
Cantinho do leitor
 Notícias

 Subscreva a newsletter 
 Acesso ao alvegamail 
 info@alvega.info  
   
     
   Caracterização
  Tramagal

É vila desde 1986, pertence ao Concelho de Abrantes. Tem 4568 habitantes, 24.06km2 de área e é composta pelos lugares de Tramagal, Crucifixo, Coelheira, Barrocas e Chão de Lucas.

A vila de Tramagal era ainda há poucos anos uma localidade de feição marcadamente rural, dependendo quase exclusivamente da agricultura e da pesca de rio para assegurar a sua sobrevivência económica.

Esta situação alterou-se na última década do século passado quando, por obra e engenho pessoal de um filho da terra – Eduardo Duarte Ferreira – ali se instalou uma pequena oficina de fundição. O crescimento e desenvolvimento desta pequena unidade industrial não mais parará, tornando-se no motor do progresso do Tramagal, arrastando consigo toda a localidade, tornando-se não só no principal empregador da população local, mas também num dos principais patrocinadores da cultura e desporto da freguesia. É em redor da fábrica que se tem desenvolvido o núcleo populacional e todo o progresso da terra, quer no sentido material quer intelectual, pois até a expansão do ensino primário se deve a esta unidade industrial que não admitia aprendizes analfabetos.

Eduardo Duarte Ferreira merece uma referência, pois foi um perfeito exemplo de "self-made man". Tendo nascido no seio de uma modesta família de barqueiros, perseguiu sempre o sonho de, aprendido o ofício de ferreiro, montar a sua própria fundição. Para realizar esse sonho trabalhou incansavelmente, com grave prejuízo da sua saúde e juventude. O seu enorme esforço será recompensado com a concretização de um desejo que se chama “Metalúrgica Duarte Ferreira”.

Presentemente a vila do Tramagal vive sobretudo da indústria. Além da metalúrgica existem também no Tramagal outras indústrias e artesanatos.

Das origens históricas da vila do Tramagal pouco se conhece. Sabe-se que a sua primeira nomeação para freguesia foi em 1754, tendo-se então para comemorar tal acto, construído a igreja, que até aí só tinha altar-mor, sob a invocação de Nossa Senhora da Oliveira, orago que permanece ainda hoje.

No Tramagal não haviam também grandes matas ou zonas arborizadas, apenas algumas oliveiras no interior da freguesia e algumas moitas a que se chamava “tramagas”. E foi a estas tramagas que a vila ficou a dever o seu nome, pois, segundo a tradição numa viagem que a rainha D. Constança fez por terras do Ribatejo para ir assistir a uma festa atravessou com o seu séquito estas terras, e ao ver um desses grandes campos de tramagas terá exclamado - “Mas que grande Tramagal!”, baptizando assim a localidade que se formou aí posteriormente.

Do seu património destaca-se a igreja paroquial, a do Crucifixo, o monumento ao comendador Eduardo Duarte Ferreira, diversas casas senhoriais e as magníficas paisagens.

Fonte: Anafre  —  0000-00-00 Topo da página
Todos os artigos de Caracterização
Imprimir artigo
Recomendar artigo

 

 
 
Contactos úteis  
Imagens da região  
Roteiro turístico 
Dossiers da Região 
Curiosidades 
Meteorologia 

O TEMPO
Estado do tempo na região de Alvega
20°
Muito nublado
 

© 2002, 2017 - alvega.info

O projecto alvega.info

Access denied for user 'abrantes'@'%' to database 'alvega'